Manaus, 22 de novembro de 2019

75Pesquisadores do Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (SiBBr) desenvolveram uma ferramenta capaz de repatriar dados sobre a biodiversidade brasileira publicados em sistemas de outros Países. Com o novo mecanismo, 850.491 novos registros foram trazidos ao SiBBr em apenas um dia.

Os dados estavam no Sistema Global de Informação sobre Biodiversidade (GBIF, na sigla em inglês). O SiBBR, iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), é um sistema para consolidar uma plataforma de conteúdos sobre biodiversidade.

Segundo a diretora-geral do sistema, Andrea Portela Nunes, a ferramenta de repatriação foi desenvolvida para acelerar a busca informações sobre a biodiversidade brasileira publicada em outros países. Ela cita, por exemplo, os museus de história natural da Europa e dos Estados Unidos, que possuem enormes coleções de dados sobre a flora e a fauna brasileiras.

“Quando eles informatizam esses dados e vão para o sistema lá do museu, ficamos sem ter o dado aqui. Para poder ‘puxar’ o dado para cá, normalmente fazíamos um processo manual de busca e indexação de dados, que demora bastante. A ferramenta que desenvolvemos faz isso de forma automatizada”, explica Andrea, que também é coordenadora-geral de Gestão de Ecossistemas do Ministério do MCTIC.

Mais dados para pesquisas

Desde 2014, quando começou a repatriação de dados sobre a biodiversidade brasileira, 1.608.875 registros já foram recuperados. São informações coletadas no Brasil e publicadas em 36 países. Com elas, o SiBBr já disponibiliza 2.459.366 ocorrências trazidas do sistema global.

Segundo Andrea Portela, 50 mil novos registros sobre a biodiversidade brasileira são publicados por outros países mensalmente no Sistema. Ela lembra que, em novembro de 2015, o SiBBr completou um ano com 6 milhões de registros. A expectativa é atingir nove milhões até o final do ano.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações/Foto: Divulgação/SiBBr

TwitterGoogle+FacebookCompartilhar
Manaus,  19 de jun de 2016 Deixe seu comentário

Deixe seu comentário


(Obrigatório)